Projeto UFSC sem Plástico: pequenas mudanças de hábito, grandes impactos no meio ambiente

Atualizado: Jul 24

Conheça o projeto premiado nos EUA que está mudando a UFSC e surgiu do desejo de estudantes por um mundo melhor.


Por Lisiane de Liz

Todos os anos toneladas de resíduos produzidos no continente, tanto de origem doméstica como industrial, chegam aos oceanos. Uma vez no ambiente marinho, dependendo do tipo e densidade desses resíduos, eles irão se acumular nas praias, na coluna d'água ou sobre o fundo. Dessa forma, a biota desses compartimentos pode ser afetada pela presença desse material. Exemplos disso são sufocamento ou sensação de falsa saciedade causada pela ingestão de resíduos, tais como plásticos. Além disso, resíduos como restos de redes de pesca podem ser responsáveis pelo aprisionamento de espécies, dificultando a movimentação e/ou captura de presas.


A maior parte dos resíduos encontrados no ambiente marinho é composta por plásticos, que podem representar mais de 90% do material descartado de forma inapropriada que chega no mar. O desconhecimento dos danos causados pelos plásticos, aliado à ausência de responsabilidade pela quantidade de plásticos que consumimos (principalmente os descartáveis) e à má gestão do descarte desses resíduos são os maiores responsáveis pela entrada exacerbada de plásticos nas praias e oceanos.


Preocupados com os problemas ambientais gerados pelo uso inconsequente de plásticos, foi criado o projeto de extensão “UFSC sem Plástico”, composto por um grupo multidisciplinar de estudantes de graduação e pós-graduação da Universidade Federal de Santa Catarina dos cursos de Arquitetura e Urbanismo, Economia, Engenharia Ambiental e Sanitária, Nutrição, e Oceanografia. O projeto conta com o apoio da professora Dr. Juliana Leonel, responsável pelo projeto, e da Coordenadoria de Gestão Ambiental da UFSC.


O projeto questiona o padrão de consumo e descarte de resíduos impostos na nossa sociedade, bem como dentro da Universidade. O campus de Florianópolis localizado no bairro Trindade congrega cerca de 70 mil pessoas e 15 lanchonetes que geram diariamente uma porção excessiva de resíduos plásticos. Além disso, a UFSC tem gastos elevados com materiais descartáveis e o direcionamento de resíduos para o aterro sanitário; gastos estes que poderiam ser destinados para outras atividades, como bolsas e auxílios aos alunos.


Tendo em vista esse panorama, o Projeto UFSC sem Plástico tem como objetivo contribuir com a redução do consumo de plásticos e descartáveis dentro da Universidade e, consequentemente, minimizar o nosso impacto ambiental. Esperamos erradicar os canudos e substituir os itens de plástico por itens reutilizáveis com a conscientização das pessoas através das redes sociais do projeto e de parcerias com as cantinas, que devem apoiar a ação e incentivar seus clientes a levarem seus próprios copos.


Todo material produzido pelo UFSC Sem Plástico tem licença de uso do tipo Creative Commons (Attribution-NonCommercial 4.0 International) que significa que pode ser usado por outras pessoas e/ou instituições desde que não seja para fins comerciais. Dessa forma, você pode ficar a vontade para usar nosso material desde que cite a fonte. No final de 2018, o UFSC Sem Plástico participou do evento Students for a Zero Waste Conference nos EUA, onde recebemos o prêmio “The Innovation Award for a Promising New Initiative”.


Imagem: Membros do UFSC Sem Plástico (fornecido pelo projeto sob licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International).


O que já foi feito?


1. Durante o segundo semestre de 2018 foram realizadas campanhas na Feira de Produtos Orgânicos, que ocorre toda quarta-feira na praça central da UFSC, com o objetivo de conscientizar as pessoas a trazerem um copo/caneca reutilizável para tomar caldo de cana, café, açaí etc. Durante o horário de funcionamento da feira os estudantes que participam do projeto conversavam com os feirantes e com os clientes sobre a necessidade de reduzir o consumo de plásticos descartáveis. Além disso, copos reutilizáveis eram emprestados para o consumo do caldo de cana. A atividade na feira era acompanhada de postagens nas redes sociais para incentivar as pessoas a adotarem um copo/caneca reutilizável.


2. Campanha de conscientização em um dos RUs da UFSC, que ainda fornecia copos descartáveis para os usuários, que resultou na eliminação dos copos descartáveis (vale ressaltar que na UFSC cada estudante/funcionário ao fazer sua carteirinha de identificação ganha uma caneca plástica reutilizável).


3. Implementação de um banco de copos em uma das cantinas da UFSC (as pessoas podem usar esses copos para tomar café/chá/suco nos dias que esqueceram de trazer seus reutilizáveis). Alguns eventos também usam nosso banco de copos para evitar o uso de descartáveis.


4. Criação do Selo Cantina Consciente dividida em 3 níveis. Para adquirir os selos as cantinas devem assumir compromissos sustentáveis, tais como, esconder (ou eliminar) os canudos descartáveis, ofertar pratos/talheres/copos/canecas reutilizáveis e estimular que os clientes tragam suas próprias canecas para consumo de bebidas. No momento duas cantinas estão se adaptando para receber o primeiro nível do selo.


Imagem: Selos Cantina Consciente (fornecido pelo projeto sob licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International)


5. Divulgação do "Guia UFSC Sem Plástico: onde descrevermos como criamos o projeto para estimular a criação de projetos similares em outras universidades. Quem quiser receber o guia basta nos contactar através do e-mail ufscsemplastico@gmail.com


6. Criação do "Manual CA Consciente”, no qual são estabelecidas parcerias com centros acadêmicos auxiliando-os a serem veículos de conscientização ambiental. A ação tem como objetivo a sensibilização e transformação gradual dos centros acadêmicos e dos graduandos, tornando-os responsáveis pelo seu consumo e ações dentro da universidade, despertando consciência ambiental. Os CAs participantes concordam em reduzir (ou eliminar) o uso de descartáveis em seus eventos, a manter um banco de copos em suas instalações e disseminar os objetivos do UFSC Sem Plástico.


P.S.: quem quiser receber o Guia UFSC Sem Plástico ou Manual CA Consciente pode escrever para ufscsemplastico@gmail.com.


P.S.1: quer saber mais sobre o UFSC Sem Plástico? Siga-nos no Instagram e no Facebook.

Sobre Lisiane de Liz:


Curiosa para compreender os oceanos, sua influência na manutenção da Terra e toda sua complexidade, optei por cursar Oceanografia na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Apesar de não morar em uma cidade costeira e nem sempre passar o verão em contato com os oceanos, quando ocorria esse encontro sempre observava e escutava o som do mar procurando entendê-lo e pensando em como poder ajudar na sua preservação. Meu trabalho de conclusão de curso, bem como meu projeto de dissertação do mestrado é na área de Geoquímica Orgânica. A preocupação com a poluição marinha consequente dos nossos hábitos e do descarte incorreto de produtos, principalmente descartáveis, me despertou a sensibilizar pessoas próximas sobre conscientização e mudança. Durante o primeiro ano do mestrado, encontrei pessoas que assim como eu, também estavam incomodadas com essa problemática tanto no meio ambiente quanto na nossa universidade, foi quando criamos o projeto UFSC Sem Plástico. Atualmente sou mestranda na UFSC.


#ciênciasdomar #plástico #conscientizaçãoambiental #extensãouniversitária #convidados

169 visualizações

Assine nossa Newsletter

Entre no nosso Grupo do Whatsapp

Nos siga nas redes sociais

  • Facebook ícone social
  • Twitter
  • Instagram

© 2019 por Bate Papo com Netuno. Criado com Wix.com por Júlia Gonçalves