As tartarugas marinhas do Rio Grande do Norte precisam de você

Atualizado: Mar 18

Por Janine Braz


Ilustração: Joana Ho


A ONG Associação de Proteção e Conservação Ambiental Cabo de São Roque (APC Cabo de São Roque) trabalha desde 2016 junto com a comunidade costeira para a proteção das tartarugas marinhas.


Soltura de filhotes de tartaruga marinha nas praias do município de Maxaranguape- RN. (Fonte: APC Cabo de São Roque)

Você sabia que apesar de todos os esforços do projeto TAMAR e outras ações de conservação no Brasil ainda existem cinco espécies de tartarugas marinhas ameaçadas de extinção? No estado do Rio Grande do Norte, em 2016, os biólogos Lucas Silva (que atualmente é o presidente da organização e pesquisador titular do Projeto Tartarugas ao Mar/RN) e Isadora Barreto (pesquisadora do Projeto Tartarugas Marinhas do Cabo de São Roque-Maxaranguape/RN e do Projeto Tartarugas ao Mar) criaram a Associação de Proteção e Conservação Ambiental (APC) Cabo de São Roque no município de Maxaranguape - RN em prol da conservação das tartarugas marinhas. Por se tratar de uma organização não governamental (ONG), não possui fins lucrativos e desenvolve junto com a comunidade ações para a defesa e proteção das tartarugas marinhas e do ambiente costeiro da região. Os benefícios desse projeto vão muito além da conservação desses animais lindos.


Ação de sensibilização ambiental com crianças. (Fonte: Acervo APC Cabo de São Roque)

No município de Maxaranguape, antes da APC Cabo de São Roque, a caça das tartarugas marinhas e a coleta dos ovos eram atividades que faziam parte do dia a dia da comunidade local. Além do consumo da carne, eles também comercializavam acessórios confeccionados a partir do casco das tartarugas marinhas como pentes e objetos para decoração. Por esse motivo, a APC Cabo de São Roque começou a desenvolver projetos para estimular a comunidade a participar ativamente do processo de conservação local, por meio de ações do projeto “Sensibilização e Educação Ambiental”, como Cinema itinerante, Museu itinerante, palestras nas escolas, limpeza de praias e oficinas de capacitação para identificação e manejo de tartarugas presas em rede com os pescadores que participam do “Projeto Pescador Amigo da Conservação”.

Pescadores da comunidade de Maxaranguape - RN auxiliando no resgate de tartaruga marinha em rede de pesca. (Fonte: APC Cabo de São Roque)

Essas atividades formam novos multiplicadores de conhecimento e agentes ambientais na comunidade, além de sensibilizar turistas que visitam diariamente a região. Os resultados desse trabalho estimulam a pesca sustentável, o turismo ecológico e a valorização da cultura e economia local. O projeto ConecTar da APC surgiu para resgatar a cultura artesanal local desenvolvido por mulheres independentes da comunidade pesqueira estimulando uma economia mais sustentável. O ConecTar não apenas promoveu a substituição da matéria-prima artesanal (anteriormente casco de tartarugas) para o uso de crochê, como também proporcionou o empoderamento feminino já que essas mulheres possuem uma nova fonte de renda e participam ativamente da construção de novos valores socioambientais na comunidade.


Projeto ConecTar incentiva a atividade artesanal sustentável na confecção de tartarugas de crochê (amigurumi) e o empoderamento das mulheres da comunidade de Maxaranguape (RN). (Fonte: APC Cabo de São Roque)

Pescadores, crianças, jovens e mulheres auxiliam na realização de campanhas para a não poluição das praias, bem como no monitoramento de veículos nas áreas dos ninhos e notificação de encalhe de tartarugas. Essas atividades não apenas reduzem os impactos ambientais nas praias de Maxaranguape como também ajudam na proteção das tartarugas. Assim como os moradores locais, nós também precisamos reconhecer que somos responsáveis pelas tartarugas marinhas e por nossas praias. Por isso, a APC Cabo de São Roque construirá um centro de visitação que contará com o Museu das Tartarugas Marinhas, loja e auditório para receber visitantes. O centro também realizará conferências, palestras e oficinas para os voluntários e pesquisadores. Esses poderão usufruir de alojamentos enquanto participam dos treinamentos e da realização de pesquisas científicas. Ainda não há data para início da construção e previsão de abertura ao público, já que a APC necessita de doações e voluntários para se manter em funcionamento.


Minha atuação na APC Cabo de São Roque é como membro voluntário e direcionada para a realização do intercâmbio científico com as universidades, bem como na comunicação e divulgação científica das atividades realizadas pela ONG. Atualmente estamos em parceria com a Universidade Federal Rural do Semi-Árido para desenvolver um projeto de pós-graduação na área, sob coordenação do Prof. Dr. Carlos Eduardo Bezerra de Moura.


Projeto de construção do centro de visitantes da APC Cabo de São Roque (Maraxanguape, RN) (Fonte: Acervo APC Cabo de São Roque)

Faça parte dessa história! Ajude a APC Cabo de São Roque a salvar as tartarugas marinhas. Você pode participar adotando um ninho, ou doando seu tempo através do Projeto Seja +1, ou ainda, doando qualquer valor para a construção do Centro de Visitantes. Siga nossas redes sociais e compartilhe que você está ajudando a salvar as tartarugas marinhas da extinção #issoéconservacao.


Mais informações

APC Cabo de São Roque

Endereço: Rua da Cumoa S/N, Praia de Caraúbas, Maxaranguape-RN (Brasil)

Telefone: +55(84) 9683-7125 E-mail: contato@cabodesaoroque.org

Site: http://cabodesaoroque.org/

Instagram: @apccabodesaoroque

Sobre Janine:


Janine Karla França da Silva Braz é graduada em ciências biológicas (UFRN), Especialista em Ciências Morfológicas (UFRN), Mestre em Biologia Estrutural e Funcional (UFRN) e Doutora em Ciência Animal (UFERSA). Considera-se uma pesquisadora híbrida por trabalhar com morfofisiologia cardiovascular de tartarugas marinhas, bem como biomateriais adaptados aos sistemas orgânicos. Atualmente é professora adjunta da Escola Multcampi de Ciências Médicas (UFRN). Nas horas vagas curte a praia de Santa Rita (RN), corre, bate perna mundo a fora e escreve sobre suas aventuras e hobbies no Portal Nominuto | Blog Bióloga de Salto. E deseja um dia ter uma linha de pesquisa em comunicação científica, será esse o primeiro passo?



#issoeconservacaoAPC #BSciencia #tartarugamarinha #ONG #convidados #ciênciasdomar #joanaho

117 visualizações

RECEBA NOSSOS EMAILS

whatsapp-logo-1.png

Clique no ícone e entre no nosso Grupo do Whatsapp!

© 2019 por Bate Papo com Netuno. Criado com Wix.com por Júlia Gonçalves

  • Preto Ícone Twitter