Divisões Oceanográficas

Por Gabrielle Souza


Os oceanos podem ser subdivididos de acordo com diferentes critérios. Sob o ponto de vista ecológico, os cientistas dividem os oceanos em duas zonas: pelágica e bentônica.  Pelágico se refere a tudo que se encontra na coluna d'água, abrangendo desde a superfície até áreas próximas ao fundo. Já o ambiente bentônico corresponde ao fundo dos oceanos e abrange costas, áreas litorâneas e recifes de corais.


Também dividimos os oceanos de acordo com a distância da costa e a profundidade. Assim temos as regiões neríticas, que estão sobre a plataforma continental, e as regiões oceânicas que estão além da plataforma continental. A região nerítica varia com o nível do mar e tem uma profundidade média de 200 metros. Nesta encontramos a maior diversidade de vida marinha, por ser uma região onde penetra mais luz.

Divisões básicas das zonas oceânicas sob o ponto de vista ecológico. Adaptado


Se considerarmos a variação na incidência da radiação solar de acordo com a profundidade, ou seja, a proporção de radiação luminosa capaz de penetrar na coluna de água, podemos dividir os oceanos em: 1) zona fótica, onde existe luz suficiente para a fotossíntese, atingindo entre os 100 e 200 metros de profundidade; 2) zona disfótica conhecida também como zona do crepúsculo, onde apenas 5% da luz solar penetra e essa luz é fraca para a fotossíntese e 3) zona afótica, onde não penetra luz.  Essa distribuição da radiação luminosa afeta diretamente os tipos de organismos que vivem nestes ambientes.


Podemos dividir o ambiente bentônico de acordo com a variação de maré e a morfologia do fundo: Supralitoral, Litoral, Sublitoral, batial, abissal, hadal; e o ambiente pelágico quanto a profundidade do oceano: Epipelágica (0 – 200m), Mesopelágica (200 – 1000m), Batipelágica (1000 – 4000m), Abissopelágica (4000 – 6000m), Hadopelágica (> 6000m).

Divisão básica das zonas oceânicas sob o ponto de vista morfológico. Adaptado


Divisão Básica dos ambientes marinhos de acordo com a variação de maré e a morfologia do assoalho oceânico. Adaptado: Copyright © 2005 Pearson Prentice Hall, Inc.

Os organismos que habitam os oceanos também são classificados de acordo com cada ambiente, bem como por sua mobilidade, tamanho e modo de alimentação. Nos ambientes bentônicos vivem plantas e animais associados ao fundo do mar, como por exemplo as cracas, esponjas e estrelas-do-mar. Já o ambiente pelágico compreende o plâncton, que são organismos com locomoção limitada, que não conseguem vencer as correntes marinhas, e o nécton, que compreende os organismos com maior capacidade de locomoção, como peixes, baleias e golfinhos.

Algumas espécies de animais bentônicos e pelágicos (que incluem o plâncton e o nécton). A) Baleias (nectônicos; ambiente pelágico). B) Esponja (ambiente bentônico). C) Copépodes (planctônicos, ambiente pelágico). D) Ouriço-do-mar (ambiente bentônico).

Referências:


LALLI, Carol M.; PARSONS, Timothy R.. BIOLOGICAL OCEANOGRAPHY: AN INTRODUCTION. 2. ed. Vancouver, Canadá: Elsevier Butterworth-heinemann, 1997. 307 p.


Sites consultados:


TREE OF LIFE Web Project: Explore the Tree of Life. 1995-2005. Disponível em: <http://tolweb.org/tree/phylogeny.html>. Acesso em: 06 nov. 2016.


Como o Ouriço-do-mar pode contribuir com o sequestro de carbono. Disponível em: <http://www.ecycle.com.br/component/content/article/37-tecnologia-a-favor/1363-como-o-ourico-do-mar-pode-contribuir-com-o-sequestro-de-carbono.html>. Acesso em: 07 nov. 2016.


As baleias que se comunicam em código. Disponível em: <http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2016/02/160209_vert_earth_baleia_tg>. Acesso em: 06 nov. 2016.


MEIRINHO, Patrícia do Amaral. Ecologia do zooplâncton. PPG Ecologia, Depto. de Ecologia, IB, USP, São Paulo, SP, Brasil. Disponível em: <http://ecologia.ib.usp.br/portal/index.phpoption=com_content&view=article&id=167&Itemid=469>. Acesso em: 06 nov. 2016.


Introduction to Oceanography: Classifying by Availability of Light. 1999-2007. Indiana University. Disponível em: <http://www.iupui.edu/~g115/mod15/lecture06.html>. Acesso em: 16 nov. 2016.


Posts relacionados:

A fertilização dos oceanos e as mudanças climáticas



#divisõesoceanográficas #gabriellesouza #descomplicando

0 visualização

RECEBA NOSSOS EMAILS

whatsapp-logo-1.png

Clique no ícone e entre no nosso Grupo do Whatsapp!

© 2019 por Bate Papo com Netuno. Criado com Wix.com por Júlia Gonçalves

  • Preto Ícone Twitter